A falta de investigação e responsabilização nos casos de violência doméstica, bem como um insuficiente monitoramento do cumprimento das medidas protetivas, deixam as mulheres no estado de Roraima expostas a risco de novos abusos. Os sérios problemas em Roraima, o estado com a maior taxa de homicídio de mulheres no Brasil, refletem falhas em todo o país na oferta de real oportunidade de acesso à justiça e proteção às vítimas de violência doméstica.