Por conta das operações internacionais de mineração de carvão da Vale e da Rio Tinto, na província de Tete, em Moçambique, muitas pessoas reassentadas já não têm acesso a terra arável para a agricultura ou outras formas de sustento.