Presidente de Cuba, Raul Castro (centro), Presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos (esq.) e líder das FARC, Rodrigo Londono, mais conhecido por seu nome de guerra, Timochenko, reagem após a assinatura de um histórico acordo de cessar-fogo entre o governo colombiano e as FARC, em Havana, Cuba. 23 de junho de 2016.